Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





sexta-feira, 28 de maio de 2010

Vou embora!

"Provavelmente eu te olharia mais uma vez e veria que você não se importaria se eu de repente sumisse e te desse o sossego que eu nunca quis dar; e te desse toda aquela paz e felicidade que talvez você sentisse quando eu não estava por perto para apreciar seus movimentos, suas reações. Isso era tudo que eu não queria ver nos seus olhos, e era tudo que eu simplesmente via.

Eu não fazia, enfim, o bem que você me fazia. E isso parecia desagradável os meus olhos... Como poderia ser assim, tão bom e ruim ao mesmo tempo? tão confortável e desconfortável? Aceitável e rejeitável? Eu parecia egoísta demais a ponto de não ver como você se sentia nessa situação...

Enfim, eu decido partir. Esquecer e não lembrar, nunca. Supondo que tudo para você fique melhor do que comigo vá ficar; é o mínimo que eu posso fazer vendo você sofrer e me fazendo sofrer. E por mais que isso doa, talvez seja melhor, talvez me faça bem... talvez você não demore a esquecer... e talvez no próximo minuto você ache outro alguém que pareça menos complicado, menos difícil, menos ignorado, menos carente, mais tolerável e mais romântico. E esse alguém é o inverso de mim.

Fujo então da tua visão, abandono todo o espaço que eu desejei por todos os dias preencher em tua vida... Espaços que agora eu prefiro deixar em branco... é o máximo que eu consigo fazer... deixar que você não me machuque, e não se machuque. É o fim!

Eu nunca vi com os seus olhos."

(Autor desconhecido)
PS: Se alguém souber a autoria, por favor me deixe uma mensagem.

Um comentário:

legalmente loira... disse...

Olá,
passando para desejar a você,
um bom fim de semana,
fui pega por varias ites....sinusite,
faringite e por ai vai.estou pessima ai ai ai
volto na segunda.
beijos.
vou embora pe belissimo.. amiga não some sinto sua falta...