Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





terça-feira, 31 de maio de 2011

Chegou a hora!


"Vida ao vivo é pra quem tem coragem. Coragem de arriscar.
Cuidado em saber a hora certa de parar. Difícil? Pode ser.

É um exercício diário que exige confiança e um amor incondicional por tudo o que somos e acreditamos.

Uma aceitação suave dos próprios defeitos, um rir de si mesmo, um desaprender contínuo, um aprender sem fim sobre o que queremos da vida.

Não importa se tudo parecer errado e o mundo virar a cara para você. Esqueça. Se esqueça. Hora de se perdoar. RENASÇA.

Eu sei pouca coisa da vida, mas uma frase eu sigo à risca: é preciso respeitar o próprio tempo.
E eu respeito!

Acredito no que diz o silêncio na hora em que a mente cala. E meu silêncio - que não é mudo e também escreve - dita com voz desafiante: confie em si mesma.

Quebre a rigidez. Ouse. Brinque. Viva com mais leveza. E - por favor - desligue-se. Só assim você vai transformar vida em letra e letra em vida.

E ter coragem e fôlego pra ser VOCÊ, no momento em que o mundo te atropelar sem licença e disser: CHEGOU A HORA!"

(por Fernanda Mello)

sábado, 14 de maio de 2011

Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama


Este é o segundo tipo da doença
mais frequente em todo o mundo.

Aproveite esta oportunidade
para se informar!


Esse mês foi aberta a temporada 2011 do projeto que visa conscientizar as mulheres de todo país sobre o Câncer de Mama. As etapas do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais do circulo da corrida e caminha contra a doença serão realizadas neste período.

Dados do INCA, o Instituto Nacional de Câncer, indicam que este é o segundo tipo mais frequente da doença no mundo. A cada cem novos casos de câncer diagnosticados por ano no país, vinte e dois são de mama. Ainda segundo o Instituto, a taxa de mortalidade em decorrência da doença é grande devido à falta de informação da população. O que acaba levando ao diagnóstico tardio, com o câncer em estágio mais avançado.

Fazendo o diagnóstico e tratando oportunamente a doença, as chances de cura são enormes. Por isso mesmo, mulheres na faixa etária acima de 35 anos precisam de atenção redobrada no que diz respeito a este assunto. A incidência da doença cresce rápida e progressivamente em mulheres a partir desta idade. Porém, tudo estará sob controle se você freqüentar regularmente o seu médico ginecologista.

A melhor maneira de se prevenir é:

• Evite a obesidade, através de uma dieta equilibrada. O sobrepeso aumenta o risco de desenvolvimento da doença.

• Pratique exercícios físicos regularmente, esta é uma recomendação básica para se prevenir do câncer de mama.

• Evite a ingestão de álcool, mesmo em quantidade moderada. Bebida alcoólica é fator de risco para esse tipo de tumor.

• Evite a exposição a radiações ionizantes em idade inferior aos 35 anos.

O primeiro circuito da Corrida e Caminhada Contra o Câncer de Mama do ano será em Belo Horizonte, MG, marcada para o dia 15 de maio. No domingo seguinte, dia 22, acontecerá a etapa do Rio de Janeiro, RJ. E em agosto vai ser a vez de São Saulo, SP. Aproveite a oportunidade para se manter informada sobre este assunto.


Fonte: http://suadieta.uol.com.br/

domingo, 8 de maio de 2011

Minha Homenagem às Mães


Minha Homenagem...

- Às mães que apesar das canseias, dores e trabalhos, soriem e riem, felizes, com os filhos amados ao peito, ao colo ou em seu redor; e às que choram, doridas e inconsoláveis, a sua perda física, ou os vêem 'perder-se' nos perigos inúmeros da sociedade violenta e desumana em que vivemos;

- Às mães ainda meninas, e às menos jovens, que contra ventos e marés, ultrapassando dificuldades de toda a ordem, têm a valentia de assumir uma gravidez - talvez inoportuna e indesejada - por saberem que a Vida é um Bem Maior e um Dom que não se discute e, muito menos, quando se trata de um filho seu, pequeno ser frágil e indefeso que lhe foi confiado;

- Às mães que souberam sacrificar uma, talvez, brilhante carreira profissional, para darem prioridade à maternidade e à educação de seus filhos e às que, quantas vezes precisamente a amor aos filhos, souberam ser firmes e educadoras, dizendo um 'não' oportuno e salvador a muitos dos caprichos dos seus filhos adolescentes;

- Às mães precocemente envelhecidas, gastas e doentes, tantas vezes esquecidas de si mesmas e que hoje se sentem mais tristes e magoadas, talvez por não terem um filho que se lembre delas, de as abraçar e beijar...;

- Às Mães solitárias, paradas no tempo, não visitadas, não desejadas, e hoje abandonadas num qualquer quarto, num qualquer lar, na cidade ou no campo, e que talvez não tenham hoje nenhuma pessoa amiga que lhes leia, ao menos, uma carta dum filho;

- Também às Mães que não tendo dado à luz fisicamente, são Mães pelo coração e pelo espírito, pela generosidade e abnegação, para tantos que por mil razões não tiveram outra mãe... e finalmente, também às Mães queridíssimas que já partiram desse mundo e que por certo repousam já num céu merecido e conquistado a pulso e sacrifício...

A todas as Mães, a todas sem excessão, um Abraço e um Beijo cheios de simpatia e de ternura.

E PARABÉNS, mesmo que ninguém mais as felicite!

E OBRIGADA, mesmo que ninguém mais as agradeça!




Fonte: APFN - Assiciação Portuguesa de Famílias Numerosas

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Saibam que a Vida é Bela‏

"Embora muita gente não concorde, temos de convir que não existe nada mais belo do que a vida. O simples fato de estarmos vivos já deve ser saudado com alegria, mesmo se considerarmos que tem muita gente que vive se queixando da vida, reclamando de tudo e de todos, e assim, a mínima contrariedade é recebida com revolta e reclamações.

Claro é que pensando assim, essas pessoas dificilmente conseguem ser felizes. Reclamam tanto, que não tem tempo para sentir a felicidade, para sentir as coisas boas da vida. Apesar das crises financeiras, apesar das rebeliões em presídios, apesar das ações terroristas, apesar de gripes e resfriados, a vida é bela.

Se o futebol dá tristeza, vamos assistir o vôlei, ou a ginástica. Não está chovendo? Vamos curtir uma praia ou um passeio no campo... Está chovendo? Vamos curtir um cinema. Enfim, com ou sem problemas, vamos viver.

Saibamos viver!

Para comprovar que isso é verdade, saibam observar um nascer ou um por do sol, a beleza das ondas quebrando na praia, o canto dos passarinhos, a beleza de uma flor. E que tal o verde das matas?

Também existem outras maravilhas que não são da natureza, tais como obras de arte, as poesias, os contos, que nos são proporcionadas por artistas de alma sensível que procuram embelezar nossa vida com seu imenso talento. Pintores, escultores, poetas, escritores, artistas de circo, teatro e televisão, nos brindam com sua arte. Aproveitemos esse brinde. E brindemos a eles, brindemos por eles...

Nunca podemos nos esquecer de que devemos sempre agradecer, mesmo quando tivermos que enfrentar problemas, quando tivermos que superar dificuldades. Na realidade temos que encarar a adversidade como um teste para provar nossa capacidade de superação.

Claro que tudo ficaria mais fácil se nosso caminho fosse sempre aplainado, se não tivéssemos que enfrentar dificuldades. Mas assim, que mérito teríamos? A justificativa de nossa presença no mundo, é justamente essa capacidade de abrir nosso caminho, de saber como passar os obstáculos. Não podemos fugir dos problemas. Temos, sim, que saber enfrentá-los.

Exemplificando, temos o que ocorre quando surge uma montanha no traçado de uma estrada. Existem três caminhos, quais sejam:
- Desistir pura e simplesmente de nosso objetivo, e deixar pelo caminho todo o esforço que nos levou até lá.
- O segundo, que é enfrentar o problema, e cavar um túnel pela montanha.
- E o terceiro, que é contornar a montanha, se verificarmos que ela é realmente intransponível.

Essa terceira atitude reflete nossa ponderação pois, ao encontrarmos em nossa vida obstáculos que nos pareçam intransponíveis, e se não quisermos perder todo o esforço que nos levou até aquele ponto, temos que estudar maneiras de vencer o problema. É aí que mostramos nossa real capacidade de vida. Ao conseguirmos improvisar uma saída, provamos a nós mesmos do que somos capazes.

Enquanto isso, aproveitemos para curtir tudo o que de bom a vida nos oferece e que, convenhamos, não é pouco, até mesmo para paladares mais exigentes...

Que tal sentar em um banco de jardim e curtir um lindo por do sol? Que tal num dia de chuva colocar um CD de música suave e curtir uma tarde preguiçosa? Que tal ter um emprego, e poder trabalhar para ter do que descansar depois? Que tal acertar na Mega Sena e ficar coçando o...dedão o resto da vida? Então crianças... É difícil viver a vida?

É só saber aproveitar aquilo que está a nosso alcance. Ter objetivos e lutar por eles. O mais importante contudo, é o perfeito conhecimento de nossas possibilidade e saber até onde podemos chegar. Lutar por objetivos inalcançáveis é muito problemático. Procurem não fazer da vida um tormento, para evitar o incomodo stress, e curtam, principalmente a natureza, que é o melhor calmante que existe...

E com toda a certeza, o melhor que podemos fazer é aproveitar que estamos vivos, e curtir.

UM LINDO DIA!"

(por Marcial Salaverry)