Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Amor Bom É Amor Livre‏


"O ser humano é viciado em posses.
Queremos sempre mais,
um carro novo, aquela roupa da moda,
um tênis que foi lançado,
o celular com mais funções.
Gostamos da sensação de ter, de possuir.
Pior do que se apegar ao material
e acreditar que isso realmente
é o que importa na vida,
é transpor esse desejo para as pessoas.
Como se já não bastasse
todos os nossos pertences,
queremos que o outro nos pertença.
Fazemos contrato,
adicionamos sobrenome,
compramos alianças.
Queremos ditar regras na vida do outro,
como se ele, do dia pra noite,
nos pertencesse.
E nos esquecemos
que ninguém jamais
será propriedade de ninguém.
A maior prova de amor que você pode dar a alguém
é amá-lo e deixá-lo livre."

Lembremos:
AMOR BOM É AMOR LIVRE.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Na palma das nossas mãos


"Como poderia imaginar que depois de anos o que fora partida tornar-se-ia encontro, não marcado, mas predestinado, previsto na janela do tempo. Parafraseando Caio Fernando Abreu: 'O que tem de ser tem muita força'. É tipo não poder afirmar categoricamente, dessa água jamais beberei porque por mais que nossos atos sejam determinantes há sempre algo que nos escapa, foge do nosso controle.
 
Você pode fazer planos de viajar por outros ares e no percurso, ou antes, de concretizar a idéia, haver uma mudança brusca que te leve a outro lugar e lhe apresente 'o chamado: inesperado', exteriormente, porque no recôndito, no fundo, fundo mesmo, há infinita espera, ainda que inconsciente, perdido, esquecido, guardado ou adormecido em algum lugar, talvez em gavetas de desistências.
 
Há coisas que não valem à pena persistir e há coisas que não são permitidas, porque vieram desencontradas, ou nem tanto assim, visto que tudo tem o momento certo. Porventura, todos os caminhos por quais trilhamos, estão traçados na palma das nossas mãos, e, quiçá, marcados nas calçadas invisíveis do espaço que se cruzam e por vezes se entrelaçam em tantas outras. Num emaranhado algumas dão nós, outras se tornam laços, feitos e desfeitos."
 

 (por Angella Reis)

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Deixe a lágriam rolar...



Quando sentir vontade de chorar, chore!
Deixe a lágrima rolar!  
Qual adulto, idoso, criança, pode se gabar de não ter sentido um dia a necessidade de colo?

Quem atira a primeira pedra?
Por mais que sejamos fortes, não podemos fugir às tempestades da vida.

São as decepções, as perdas ou simplesmente nossas expectativas que não são correspondidas que nos fazem, independente da nossa idade ou situação, nos faz sentir pequenos o bastante para desejarmos colo.

E nem sempre é fácil admitir isso. Homens não choram? Choram sim!
Mulheres choram fácil demais? Elas se fazem duronas também.
As crianças choram à toa. Todo mundo chora.

Pelo menos todo mundo precisa chorar, nem que seja uma vez ou outra, para aliviar a alma, para diminuir o peso do cansaço e da solidão.

O choro é sempre um sinal de apelo. E um sinal que sempre encontra um bom samaritano no seu caminho.
Difícil resistir a alguém que chora!

É quando olhamos para alguém que vemos os olhos marejados... que sentimos que esse alguém precisa de colo; nem sempre de palavras, mas colo, sempre.

Colo que pode representar um abraço mudo e apertado, um olhar compreensivo, um aperto de mão... nada toca mais nossa alma do que olhar nos olhos de alguém que chora.

E nada toca tanto alguém que chora quanto sentir a presença de alguém que o compreende.
E nas lágrimas que rolam, rola a tristeza, a insatisfação, o tédio, a dor, as dúvidas e os medos.

A alma fica lavada. Por isso chorar alivia. Por isso chorar dá sono.
Quando acordamos depois de termos chorado, nos sentimos mais leves, nos sentimos prontos para encarar um novo dia, uma nova situação.

Então... quando sentir vontade, não se contenha! Peça colo, peça ombro...
Deixe a lágrima rolar! Ser forte não é ser durão ou durona!

Ser forte é ser capaz de se reconhecer frágil e saber que dará a volta por cima!
Ser forte é saber que as marés podem ser altas ou baixas, mas que apesar de tudo as ondas nunca desistem do sonho de beijar a areia.

E elas beijam sempre...


(por Letícia Thompson)

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Opostos

"Você é a minha causa
E eu a tua consequência
Você é a minha pausa
E eu a tua intermitência
Você é minha loucura
E eu toda a tua demência
Você é minha amargura
E eu a tua carência

Você é meu ato falho
E eu sou o teu costume
Você é todo meu brilho
E eu apenas vagalume
Você é quem eu escolho
E eu sou ainda teu ciúme
Você é o intenso frio de julho
E eu de novembro o perfume

Você é meu momento presente
E eu nem passado sou mais
Você é meu vicio entorpecente
E eu teus costumes banais
Você é minha escolha consciente
E eu sou teus atos ilegais
Você é o meu para sempre
E eu o teu nunca, jamais..."


(por Inez Sodré)

quarta-feira, 6 de junho de 2012

terça-feira, 22 de maio de 2012

Viver como as flores‏


- Mestre, como faço para não me aborrecer, com as pessoas? Algumas falam demais, falam de nossa vidas, gostam de fazer intriga, fofoca, outras são ignorantes. Algumas são indiferentes. Fico magoado com as que são mentirosas. Sofro com as que caluniam.

- Pois viva como as flores! - advertiu o mestre.
- Como é viver como as flores? - Perguntou o discípulo.
- Repare nestas flores - continuou o mestre, apontando lírios que cresciam no jardim. - Elas nascem no esterco, entretanto são puras e perfumadas. Extraem do adubo malcheiroso tudo que lhes é útil e saudável, mas não permitem que o azedume da terra manche o frescor de suas pétalas.
É justo angustiar-se com as próprias culpas, mas não é sábio permitir que os vícios dos outros o importunem. Os defeitos deles são deles e não seus. Se não são seus, não há razão para aborrecimento.
Exercite, pois, a virtude de rejeitar todo mal que vem de fora. Isso é viver como as flores.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Me ame ou me deixe



Vai embora, vai...
e sai da minha vida de uma vez.
Vai embora, vai...
esquece as coisas que a gente fez.

Vai embora, vai...
me deixe assim sozinho sem te ver.
Vai embora, vai...
ficar vai ser dificil sem você.

Vai embora, vai...
mas diz que não deixou de me amar.
Vai embora, vai...
e mente mesmo assim pra me agradar.

Vai embora, vai...
espero que você seja feliz.
Vai embora, vai...
que alguém te queira como eu te quis.

Pois com você a gente espera e sempre dança,
A gente sofre, a gente chora, a gente cansa
E a vida fica tão dificil de viver...
Porque eu só quero mais um pouco de você.

Pra consertar a minha vida tem um jeito,
Tentar de novo como a gente nunca fez.
Pra conserta a minha vida tem um jeito,
Me ame agora ou me deixe de uma vez...

terça-feira, 17 de abril de 2012

Nascer de novo


E se hoje eu recebesse um convite para nascer de novo?
E se fosse hoje o dia de recomeçar uma nova vida?
Não pensaria que estou velha demais, vivida demais,
que é tarde demais.
Velho não é quem tem muita idade, mas quem pensa velho,
quem não quer mudar, quem se acomoda.
Quem pensa que nasceu assim e vai morrer assim.
Podemos ser velhos com pouca idade, com a alma enrugada.
Às vezes é necessário se despir da velha carcaça
e vestir roupa nova.
Se dar novas oportunidades. Uma nova chance.
Isso pode ser tremendamente dolorido.
Porém é um alívio imenso quando conseguimos.
Carregamos durante tantos anos nossos conceitos,
idéias e preconceitos, que isso se molda ao nosso corpo.
E quando precisamos nos liberar, é impossível
que uma parte da gente não saia junto,
é impossível não doer e não sangrar.

E hoje eu estou querendo nascer de novo,
me a
fastar de tudo que me atrasa,
me engana, me segura e me retém.
Ser feliz, e não voltar!
Hoje eu quero mudar todas as minhas idéias,
é isso mesmo, mudar todas as minhas idéias.
Não dizem que "não é triste mudar de idéia,
que triste é não ter idéias para mudar."
Mas eu não quero ter um caminho novo,
eu quero é ter de novo o jeito de caminhar.
E nessa estrada que caminhar quero achar gente doce,
límpida, verdadeira e disposta.
Quero topar com luz, desapego e paz.
Não vou querer e nem deixar que ninguém seja minha asa,
no máximo será um motivo para eu voar.
Asas não nascem de novo, motivos sim.
Vou sempre negociar com liberdade,
mas jamais negociar a liberdade.
Vou levar comigo somente o que vale a pena
e não vou olhar para trás!
Mas, também, jamais deixarei ninguém para trás.
Mas, com certeza, algumas pessoas me perderão um pouco
a cada dia... e nem perceberão.
A maturidade me permitirá olhar com menos ilusões,
aceitar com menos sofrimento,
entender com mais tranquilidade,
querer com mais doçura.
E eu n
ão sei se a vida será curta ou longa demais para mim.
Mas sei que nada do que viver terá sentido
se não tocar o coração das pessoas.

(Ivy Liv - Misturinha de autores)

quarta-feira, 28 de março de 2012

Ainda bem...



"Ainda bem que agora encontrei você
Eu realmente não sei o que eu fiz pra merecer...
Você!
Que ninguém dava nada por mim
Quem dava, eu não tava a fim
Até desacreditei de mim
O meu coração já estava acostumado
Com a solidão
Quem diria que a meu lado você iria ficar
Você veio pra ficar, você que me faz feliz
Você que me faz cantar...
Assim...
O meu coração já estava aposentado
Sem nenhuma ilusão tinha sido maltratado
Tudo se transformou, agora você chegou
Você que me faz feliz, você que me faz cantar
Assim..."

quarta-feira, 14 de março de 2012

Queria ter lhe conhecido antes...‏



"Queria ter lhe conhecido antes, muito antes...
Para que nenhum de nós dois tivesse medos ou cicatrizes.

Queria ter estado com você quando seu coração descobriu o que era amor. Quando seu corpo descobriu o que era desejo.

E antes que pudesse sofrer, eu estaria do seu lado, amando-lhe, entregando-me... E juntos poder ter aprendido as lições da vida e do coração...

Queria ter lhe conhecido muito antes...
Quando suas esperanças começaram a nascer, quando seus sonhos ainda eram puros, e seus ideais ainda ingênuos...

Pena termos nos encontrado só agora, já com o coração viciado em outros amores, com uma imagem meio falsa, do que é felicidade, do que é entregar-se...

Queria ter lhe encontrado antes, muito antes...
Numa nova vida, num outro tempo, em que não precisássemos temer o nosso futuro nem nossos sentimentos..."

(por Vilma Galvão)