Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





quarta-feira, 31 de março de 2010

Não é adeus nem despedida

"Não sei como falar, não sei como explicar, não sei nem por onde começar.
Não é adeus, nem despedida, é uma pausa em nossas vidas, que acho que precisamos colocar.
Só não sei se essa pausa vai se estender e confirmar que juntos não devemos mais ficar...
E que precisamos estar livres para em busca de outros sonhos nos lançar.
As dificuldades têm sido como tempestades e na distância não existe nenhuma originalidade.
O amor, aquele que é de verdade, tem urgência e necessidade de ser vivido intensamente...
E o que temos tido não tem sido coerente com o que sentimos e buscamos.
Pouco nos vemos, pouco nos encontramos e tão pouco fazemos amor.
A maior parte do tempo é saudade e dor que habita nossos corações.
Não merecemos viver de esperas e ilusões, de poucas entregas e tantas tentações.
Talvez tenhamos nos encontrado no tempo e local errado...
Talvez o nosso grande pecado tenha sido sonhar tão alto e com isso ter dado um salto que à parte alguma tem nos levado.
Acho que precisamos amadurecer a idéia de que nossas vidas precisam acontecer e que para isso elas necessitam de prazer.
Não é adeus, nem despedida, quero apenas dar a nós dois o direito de vivermos uma nova vida e fazermos novas tentativas.
O amor não ficará de lado, pra sempre trarei guardado tudo que você representou pra mim...
E eu sei que com você também será assim.
Mas, acredite, não é adeus, jamais poderia ser despedida...
Apenas uma opção muito dolorida."

(por Silvana Duboc)

Um comentário:

Zé Carlos disse...

Olá garotinha querida, aproveite que amanhã é feriado e comece a colocar o sono em dia !!!

Saudades, beijão do teu amigo

PS: Este texto da Sil Duboc que vc postou é lindo!!!!