Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





sábado, 10 de julho de 2010

Só tu!

"Dos lábios que me beijaram,
Dos braços que me abraçaram,
Já não me lembro, nem sei...
São tantas as que me amaram!
São tantas as que eu amei!

Mas tu - que rude contraste!
Tu, que jamais me beijaste,
Tu, que jamais abracei,
Só tu, nest'alma, ficaste,
De todas as que eu amei."

(por Paulo Setúbal)

12 comentários:

Zé Carlos disse...

Loira querida, este poema do P. Setubal, vc acredita que fui eu que o descobri na NET? Ele foi declamado numa novela antiga da Globo e eu saí à busca, mas não havia sido publicada. Depois encontrei um jornalista da cidade de Tatuí onde ele nasceu e ele me mandou completa e eu publiquei no site: JORNAL DE POESIA, que existe até hoje e fiquei feliz pois acho que foi um dos poemas mais felizes que foram escritos.

http://www.revista.agulha.nom.br/psetubal.html

Veja há quanto tempo estou de garimpeiro.

Um beijo loira querida, obrigado por ter postado!!!!!! ZC

Isadora disse...

Sempre sensível o que coloca nesse espaço.
Será que se trata de um amor platônico ou talvez um daqueles que nos arrebata e que não podemos viver?
Um beijinho

Ivy disse...

Zé, meu querido, claro que eu acredito... e, tb, lembro da novela, foi Laços de Família, a personagem da Carolina Dieckmann o tinha preso num painel no seu quarto, na época eu tb o procurei na Net, mas não encontrei... É lindo demais!
Bjs, meu fofo, e obrigada pela visita.

Isa, obrigada, minha linda.
Acho esse poema lindo e está mais para aquele que nos arrebata e que não podemos viver... rss
Bjs pra vc... e volte sempre!

Otelice Soares disse...

Olá!
Li um comentário seu, lá no blog do Leandro e resolvi vir lhe visitar.Valeu a pena.
parabéns pelo espaço.
Um grande abraço.

Ivy disse...

Otelice, seja bem vinda, aconchegue-se, a casa é sua...
E obrigada!
Bjs procê.

Denise disse...

Tão melancólico, num primeiro momento. Mas fala de uma incrédula alegria de sentir um amor profundo...belo!

Bjos, Ivy.
Ótimo domingo!

Ivy disse...

Denise, que bom receber sua visita, venha mais vezes...

Melancólico, amiga!? Não o tinha visto dessa forma, mas é verdade, é melancólico, pura irônia do amor...

Bjs, minha linda!

Melliss disse...

Querida Ivy

Paulo Setúbal escreve coisas incríveis. Amo esses versos ! Aliás, vc é dona de uma delicadeza carivante.
Sinto-me honrada por vc ter gostado do que leu no meu espaço
"meninadalua".Esteja à vontade para
usar o que quiser, inclusive do "luanove" que vc tb pode acessar por lá.
Confesso a você, com toda sinceridade, que sinto-me ínfima perante as jóias que vcs nos oferecem. Em minha defesa, no entanto, digo que coloco meu coração nas palavras.
Muito obrigada por enfeitar meus dias com sua ternura.Agradeço tb ao ZK, sempre generoso.
Vc nem imagina o bem que me faz !
Beijo
Mell

Ivy disse...

Mell, minha doçura, sua modéstia é adorável, típica dos verdadeiros artistas.

A honra será minha de postar seus versos... e eu que agradeço o seu carinho.

E o "BEM" eu imagino, sim, ele é recíproco, pode ter certeza.

Bjs doces,

Denise disse...

Oi Ivy, vim te convidar pra buscar teu selinho lá no blog. Te espero, querida!
Bjos

Ricardo Calmon disse...

Bela transcrição do poetaço Paulo Setúbal,aqui em jardins teus,semeias emoção e ternura ,em amor amizade forma,tu és semeadora e poeta escriba mulher guerreira,neófito seu sou,e pronto!

smaaaackkkkkkkkkkkkkkkkk

viva la vida

Ivy disse...

Denise, que surpresa boa, um verdadeiro mimo, ganhar o meu primeiro selinho de vc. Obrigada, minha linda!
Bjs carinhosos,

Ricardo, poeta dos girassois, o Setúbal é, sem dúvida, um poetaço...
Obrigada, meu querido, pela visita.
Bjs pra vc.... e viva la vida!