Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





quinta-feira, 15 de julho de 2010

Revirando o baú...


Soleado - Todo o tempo do mundo

"Hoje tenho tempo, tenho todo o tempo do mundo
Para pensar em nós, para pensar em ti, em mim,
Em todas as pequenas coisas que fizemos,
Que até agora não entendo, por que te amo...
Te amo...
E como te quero!

Me deito nas nossas manhãs
E sinto o calor de nossos corpos juntos,
Formando um acorde maravilhoso,
Que nunca mais pude esquecer.
Recordo as imagens cheias de carícias e sussurros.
Quanto sinto...
Quanto te quero...

Tudo se acabou...
Tudo se acabou como tudo acaba, quase sem querer,
Igual ao rio que se perde no mar.
Não, não... não foi culpa tua, nem minha.
Por causa desse bobo orgulho perdemos mil coisas boas,
Mil coisas boas...

Hoje tenho tempo, tenho todo o tempo do mundo,
E quanto mais penso mais te adoro e te desejo.
Tudo porque te amo...
Eu te quero... como te quero...
Como te quero!!!"

(por Francisco Cuoco)

17 comentários:

ValeriaC disse...

Ivy querida que bom que você revirou o baú...nem me lembrava mais desta música, quando olhei a letra, não sabia qual era, só quando comecei a ouvir me dei conta de era algo muito vago na minha memória, mas lembrei...que linda...hoje que sou adulta, consigo apreciar mais a beleza dela...adorei amiga...
Tenha uma linda tarde...
Beijinho...
Valéria

Ivy disse...

Valeria, minha linda, essa é, realmente, lá do fundo do baú, a encontrei por acaso, e só lembro que era a época em que o Francisco Cuoco era o maior galã, e que voz sensual, hem!? rss

Bjs, amiga!

Isadora disse...

Ivy uma linda letra!
Minha amiga será que teremos a oportunidade de nos encontrarmos pessoalmente? Será uma alegria.
Te peço apenas um favor, se você de fato puder ir nos encaminhe um email, pois a partir do número de pessoas fecharemos um lugar bom, bonito e barato e passaremos as coordenadas por email.
Um grande beijo

Denise disse...

Meu Deus, Ivy...que revirada vc fez nesse baú, menina!! ouvi essa música e chorei de emoção umas mil vezes, há mil anos...rsrs
"Hoje tenho tempo, tenho todo o tempo do mundo"...pra recordar, e pra celebrar!
Obrigada pelo presente...bjo!


*Essa configuração nova não me deixa postar o coment...

Sônia Silvino disse...

Oi, Ivy!
Amei o teu blog: bem versátil! Parabéns!
Grata pela visita!
Bjkas, muitas!

Ricardo Calmon disse...

AfffMarie,Ivy caríssima post vulcanico esse,amalgamado por ternura tua,mexa mais nesse baú,te ler para escrever após ,´pura inspiração!

te amo,pessoa querida de corações nuestros

viva la vida

smackkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Ivy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ivy disse...

Isa, com certeza, vamos nos conhecer, a oportunidade já foi criada...
Já estou te enviando o e-mail.
Bjs, amiga!
PS: Quero conhecer a Bia, tb!

Denise, realmente, foi uma revirada no baú... rss
Que bom que as lembranças que te trouxe não te causaram sofrimento... só te fez recordar e celebrar. Afinal - Recorda é viver! rss
Bjs, minha linda!

Ivy disse...

Sônia, seja bem vinda, aconchegue-se a casa é sua...
Bjs, minha linda, volte mais vezes!

Ricardo, 'post vulcanico'? rss... Só vc, poeta dos girassois.
Tb te amo, meu amigo, principalmente, pelo exemplo de vida que é vc!
Continue assim... vivendo la vida.
smackkkkkk

Zé Carlos disse...

Ivy, é linda esta declamação.... deliciosa deve ser ouvida nestes dias frios ao pé de uma lareira, tomando um vinho e junto com o amor da gente, imaginou?

Obrigado querida, um beijo enorme do ZC

Ivy disse...

Imaginei, Zé...

Hummm... tudo de bom! rss

E, concordo com vc, é linda mesmo!

Obrigada, vc, querido, pela visita, volte mais vezes, vc é sempre muito bem vindo.

Bjs da sua fã!

legalmente loira... disse...

Ivy querida,
que linda música e uma linda recordação.
adorei..assim como adoro você.
mas amiga você viu o nosso amigo zé que fugiu de mim hoje kakakaka que romantico adorei a ideia hahahaha
vamos convidar ele para nossa lareira rsrsrsrs.
linda noite com bjos e carinho..

Ivy disse...

Rita, querida, que bom que vc adorou... nos trouxe o passado de volte, né!?

É, a sugestão do Zé é uma delícia, vamos propor a ele por essa idéia em prática... mas em dias diferentes, ok!? rssss

Bjs, minha linda!

legalmente loira... disse...

ivy querida,
mas é claro as duas juntas não vai dar certo rsrsrs....
amiga me diga o endereço que colocou no post do mimo é seu espaço também??
achei otimo.
bjos.

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querida

Ah, o tempo! Tão curto para viver com as pessoas a quem amamos, tão longo para viver longe delas!
Choveu a noite inteira. A vidraça amanheceu enfeitada de pingos de cristal. Resolvi montar com eles um colar de sonhos, que estou oferecendo para você,borboletinha azul das manhãs de sol...
Que muitos carinhos enfeitem sua vida.
Beijos
Mell

Ivy disse...

Rita, esse outro blog que citei é meu, sim. É o meu blog 'profissional', como eu o defino, fico feliz de vc ter gostado, visite-o mais vezes, vai ser um prazer te receber por lá.
Bjs, minha linda!

Ivy disse...

Mell, que coisa linda, que presente singelo, só podia vir de vc...

Vou guardá-lo, minha amiga, com todo carinho...

E sempre que me sentir triste vou lembrar que num dia de chuva e frio eu ganhei, de uma belíssima poetisa, um colar de sonhos com pingos de cristais enfeitados com borboletinhas azuis das manhãs de sol... Vou me enfeitar com ele e sorrir para o novo dia que começa...

Obrigada, minha amiga, de coração!

Ah, o tempo!?... Muitas vezes cruel...

"Matar o tempo é matar-se sem sentido. Perdê-lo é viver em vão.
Faz-se devagar nos maus momentos, depressa quando o queremos.
Ponteiro invisível da vida, peça necessária do fim.
Revela-se nas fotos que se desbotam, nas cartas que amarelam,
Nas crianças que crescem, nas rugas que aparecem."
(Paulo Esdras)

Bjs, minha linda, que Deus te proteja sempre.