Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





sábado, 17 de abril de 2010

Entre o sim e o não


"Há tanta vida entre o sim e o não, é tão difícil entender.
O que pretende o meu coração em seu estranho querer?
Onde ele vai eu nem sempre vou, bate distante de mim.

E às vezes dói onde eu não estou, incompreensível assim.
Sei que lá fora agora é o mar, sua presença me diz.
Não é difícil imaginar eu com você, sou feliz!

Qualquer esquina, qualquer lugar, um beijo, um aperto de mão. Meu coração sabe desejar, pena que seja ilusão...

Ah! Eu não quero a saudade, na realidade, eu quero é você. Mas no amor está provado, não vale o ditado: Querer é poder.

Abro os meus olhos, não vou chorar...
Quem sabe lá, se você não pensa agora em telefonar!?
Surpreendida de ver que o amor dá voltas de arrepiar.

Tanta surpresa e emoção, desejo tanto acreditar,
Eu e o meu coração.

Ah! Eu não quero a saudade, na realidade, eu quero é você. Mas no amor está provado, não vale o ditado: Querer é poder."


(por João Donato e Abel Silva)

Nenhum comentário: