Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Revirando o baú...



"Se você pensa que meu coração é de papel,
Não vá pensando, pois não é!
Ele é igualzinho ao seu e sofre como eu.
Por que fazer chorar assim a quem lhe ama?

Se você pensa em fazer chorar a quem lhe quer,
A quem só pensa em você.
Um dia sentirá que amar é bom demais.
Não jogue amor ao léu...
Meu coração que não é de papel.

Por que fazer chorar, por que fazer sofrer...
Um coração que só lhe quer?
O amor é lindo, eu sei, e todo eu lhe dei.
Você não quis, jogou ao léu
Meu coração que não é de papel

Não, não é!
Meu coração que não é de papel
Não, não é!
Meu coração que não é de papel
Não é..."

(por Sérgio Reis)

12 comentários:

Zé Carlos disse...

Ivy querida, ainda bem que nós não temos coração de papel e nem faremos chorar a quem amamos!!!!

Te adoro menininha linda.

Uma doce sexta-feira.... ZC

Ivy disse...

É, Zé, nosso coração não é de papel... e é por isso, meu querido, que sofremos. E, muitas vezes, mesmo que o outro não tenha a intenção nos faz chorar...

Tb te adoro, meu lindo... e não deixe de vir me visitar, sua presença é indispensável.

Bjs... e que vc tenha um final de semana maravilhoso... assim como vc!

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querida Ivy

Sérgio Reis ! Tempos inesquecíveis ...
Acho que temos vários corações:papel, vidro, cristal, algodão... e, alguns, infelizmente, corações de aço...
Você, por exemplo, tem coração de flor!
Conte com meu carinho.
Beijosss
Fátima Guerra

Denise disse...

Revirou mesmo Ivy...rs

Em alguns momentos seria bom ter coração de papel, e navegar feito barquinho no oceano dos amores...uma viagem feliz!

Vim te agradecer pelo carinho, Ivy. São pessoas como vc que fazem a diferença. Obrigada, tá?
Bjão pra vc, minha amiga querida!

Ivy disse...

Mell, esse é o meu segundo post "Revirando o baú", acho que é sempre bom relembrarmos os 'tempos inesquecíveis', pretendo postar outros.

E vc, minha amiga linda, sempre poetizando. Que tal escrever sobre esses vários corações? rss

Bjsss... e obrigada pelo carinho, tenha certeza, ele é recíproco!

Ivy disse...

De, vc tem razão, em alguns momentos seria bom mesmo ter coração de papel, assim sofreriamos menos... rss

Eu sempre falo que a vida é uma via de mão dupla... E o carinho, minha amiga!? Eu só estou retribuindo!... E faço minhas as suas palavras - "São pessoas como vc que fazem a diferença. Obrigada, tá?"

Bjs, minha linda, e um ótimo domingo pra vc.

legalmente loira... disse...

querida ivy, saudades....
amiga adorei recordar esta música e afirmo Meu coração que não é de papel. e sim de muitas emoções.
lindo domingo com bjos.

Ivy disse...

Rita, minha linda, percebe-se que seu coração é só emoção... vc é um docinho, amiga... Obrigada!!!

Bjs e uma ótima semana pra vc...

PS: Tu ta show nessa foto, amiga!

Leandro Ruiz disse...

Ivy, como é bom recordar os bons tempos... adoro esta música, me faz relembrar muitas coisas...
Paz e bem!!!

Ivy disse...

Leandro, meu querido, qto tempo!?... Bom ter vc por aqui!

E que bom ser eu a fazer vc recordar os bons tempos...

A música é o que mais nos transporta ao passado, é o que mais nos traz recordações.

Amo música, não vivo sem ela!

Bjs, meu amigo, fique na Paz.

Leandro Ruiz disse...

è verdade ando meio que sumido, mas é a falta de tempo e estou sem computador, mas sempre venho aqui ver este belíssimo blog as vezes não dá tempo de comentar nas minhas folgas que venho aqui deixar meu cartão... rsrs

Ivy disse...

Leandro, querido, vc está perdoado... rss... mas sempre que tiver um tempinho venha, sim, me ver, tá!?

Bjs, meu lindo!