Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





sexta-feira, 24 de junho de 2011

O amor não acaba, nós é que mudamos

"Um homem e uma mulher vivem uma intensa relação de amor, e depois de alguns anos se separam, cada um vai em busca do próprio caminho, saem do raio de visão um do outro. Que fim levou aquele sentimento? O amor realmente acaba?

O que acaba são algumas de nossas expectativas e desejos, que são subtituídos por outros no decorrer da vida. As pessoas não mudam na sua essência, mas mudam muito de sonhos, mudam de pontos de vista e de necessidades, principalmente de necessidades. O amor costuma ser amoldado à nossa carência de envolvimento afetivo, porém essa carência não é estática, ela se modifica à medida que vamos tendo novas experiências, à medida que vamos aprendendo com as dores, com os remorsos e com nossos erros todos. O amor se mantém o mesmo apenas para aqueles que se mantém os mesmos.

Se nada muda dentro de você, o amor que você sente, ou que você sofre, também não muda. Amores eternos só existem para dois grupos de pessoas. O primeiro é formado por aqueles que se recusam a experimentar a vida, para aqueles que não querem investigar mais nada sobre si mesmo, estão contentes com o que estabeleceram como verdade numa determinada época e seguem com esta verdade até os 120 anos.

O outro grupo é o dos sortudos: aqueles que amam alguém, e mesmo tendo evoluído com o tempo, descobrem que o parceiro também evoluiu, e essa evolução se deu com a mesma intensidade e seguiu na mesma direção. Sendo assim, conseguem renovar o amor, pois a renovação particular de cada um foi tão parecida que não gerou conflito.

O amor não acaba. O amor apenas sai do centro das nossas atenções. O tempo desenvolve nossas defesas, nos oferece outras possibilidades e a gente avança porque é da natureza humana avançar. Não é o sentimento que se esgota, somos nós que ficamos esgotados de sofrer, ou esgotados de esperar, ou esgotados da mesmice. Paixão termina, amor não. Amor é aquilo que a gente deixa ocupar todos os nossos espaços, enquanto for bem-vindo, e que transferimos para o quartinho dos fundos quando não funciona mais, mas que nunca expulsamos definitivamente de casa."

(por Martha Medeiros)

8 comentários:

ValeriaC disse...

Infelizmente a maioria das pessoas se equivocam com a que é realmente amor.
Se envolvem umas com as outras, movidas pelas carências, por diversas ilusões e como tudo isto gera desilusões e como tudo vai mudando no decorrer da vida, creem que o amor acabou... felizes daqueles que conseguem viver o amor apesar de todas as transformações pelas quais que vamos passando.
Amor é compartilhar e vai muito além de preencher expectativas e vazios, requer maturidade.
Bom domingo querida...beijos...
Valéria

Ivy disse...

Val, minha linda, obrigada por não me abandonar... ando tão ausente que os amigos sumiram todos... snif, snif...

É verdade, amiga, o amor requer maturidade.

Bjs e obrigada pela visita.

Denise disse...

Dos textos fantásticos da Martha, este talvez seja o que acho mais tocante. É de uma beleza doída, de uma inegável verdade - um anúncio cruel...rs

Não é verdade que todos sumiram...olha eu aqui...rs
Bjos, flor!!

Leandro Ruiz disse...

O sucesso é construído de 99% de fracasso. (Soichiro Honda)
…Mesmo distante, não esqueço deste “espaço” aconchegante!
Obrigado por sempre estar presente…
Paz e bem!
www.lleandroaugustto.blogspot.com
www.eu-e-o-tempo.blogspot.com
Leandro Ruiz

Zé Carlos disse...

QUANTA SAUDADE GAROTA!!!!!!!!!

Beijão do ZC

Ivy disse...

De, que coisa boa chegar aqui e te encontrar, obrigada amiga por não me abandonar. Fiquei fora do mundo virtual por quase dois meses e agora de volta tento colocar emails e blogs em dia. Prometo que até o final de semana visito todos os amigos queridos que morro de saudades.

Sobre o texto, boa definição a sua - "um anúncio cruel"... e como a Martha de uma beleza inegável.

Bjs, minha linda, e obrigada de coração.

Ivy disse...

Leandro, querido, obrigada pela visita. Estou de volta e logo logo estarei te fazendo uma visita, ok!?

Bjs, amigo!

Ivy disse...

Zé, meu lindo, tb ando com saudades... To indo te visitar, viu!?

Bjs, amigo!