Entre e aconchegue-se, a casa é sua!

"Agradeço muito por você fazer parte da minha viagem, e por mais que nossos assentos não estejam lado a lado, com certeza, estamos no mesmo vagão."

"Se você sabe explicar o que sente, não ame,
o amor foge de todas as explicações possíveis."

"Todos ganham presentes, mas nem todos abrem o pacote."

"Não quero ter a terrível limitação
de quem vive apenas do que é passível de fazer sentido.
Eu não:
QUERO UMA VERDADE INVENTADA."



"Está em nossas mãos criar as condições que nos permitam descobrir uma forma diferente de ser. Por que não agir como a borboleta que acreditou que não deveria se limitar a uma existência de lagarta e, hoje, trocou sua vida limitada pela LIBERDADE DE VOAR POR ENTRE AS FLORES."

"Acalma meu passo, Senhor.
Desacelera as batidas do meu coração, acalmando a minha mente.
Diminua meu ritmo apressado com uma visão da eternidade do tempo.
Em meio às confusões do dia a dia, dê-me a tranqüilidade das montanhas.
"





segunda-feira, 29 de novembro de 2010

A Voz do Silêncio

"Então, parei para interpretar a frase acima...
e imediatamente me veio à cabeça situações em que o silêncio me disse verdades terríveis pois, você sabe, o silêncio não é dado a amenidades.
Um telefone mudo. Um e-mail que não chega.
Um encontro onde nenhum dos dois abre a boca.
Silêncios que falam sobre desinteresse, esquecimento, recusas.

Quantas coisas são ditas na quietude, depois de uma discussão. O perdão não vem, nem um beijo, nem uma gargalhada para acabar com o clima de tensão. Só ele permanece imutável, o silêncio, a ante-sala do fim.
É mil vezes preferível uma voz que diga coisas que a gente não quer ouvir, pois ao menos as palavras que são ditas indicam uma tentativa de entendimento.

Cordas vocais em funcionamento articulam argumentos, expõem suas queixas, jogam limpo. Já o silêncio arquiteta planos que não são compartilhados.
Quando nada é dito, nada fica combinado.
Quantas vezes, numa discussão histérica, ouvimos um dos dois gritar:
- 'Diz alguma coisa, mas não fica aí parado me olhando! '
É o silêncio de um mandando más notícias para o desespero do outro.

É claro que há muitas situações em que o silêncio é bem-vindo.
Para um cara que trabalha com uma britadeira na rua, o silêncio é um bálsamo.
Para a professora de uma creche, o silêncio é um presente.
Para os seguranças de um show de rock, o silêncio é um sonho.
Mesmo no amor, quando a relação é sólida e madura, o silêncio a dois não incomoda, pois é o silêncio da paz.

O único silêncio que perturba é aquele que fala. E fala alto.
É quando ninguém bate à nossa porta, não há recados na secretária eletrônica e mesmo assim você entende a mensagem."

(Autor Desconhecido)
PS: Se alguém souber a autoria, por favor me deixe uma mensagem.

6 comentários:

Zé Carlos disse...

Bom dia Ivy querida, que maravilha de texto verdade!!!!!!

É assim mesmo, o silêncio é implacável.

Beijos minha amiga querida, uma linda terça feira, ZC

Ivy disse...

Bom dia meu querido... e que maravilha te ver por aqui!

É verdade, o silêncio é implacável. Então vamos pedir que qdo ele venha que seja bálsamo, que seja sonho, que não pertube, que não fale alto, mas que seja o sussurro da paz.

Bjs meu amigo e obrigada... por tudo!

Fátima Guerra (Mellíss) disse...

Querida

"O único silencio que perturba é aquele que fala..."
Maravilhoso, não ?
Vc faz falta,querida !
Saudade e carinho,
Fátima Guerra

ValeriaC disse...

Querida que texto verdadeiro...tem momentos que o silêncio machuca, dói, grita, apesar de mudo...
Beijinhos
Valéria

Ivy disse...

Mell, começo te agradecendo pelas suas visitas, que mesmo na minha ausência se fizeram presente. São pessoas como vc que o mundo precisa.

Obrigada amiga, de coração!

Eu tenho sentido falta desse mundo que construimos aqui, mas no momento a minha vida real pede um pouco mais de mim... Mas se Deus quiser, eu volto logo!

Bjs e obrigada pelo carinho, saiba que ele é recíproco, viu!?

Adoro vc minha poetisa preferida.

Ivy disse...

Val, minha fofa, qto tempo, que bom que vc veio me visitar...

É verdade amiga, o silêncio às vezes machuca e dói, como dói... mas muitas vezes tb é necessário, esse conselheiro mudo nos faz refletir e qdo nos sentimos perdidos é ele que nos mostra o caminho...

Bjs amiga,